As libanesas costumam investir sempre nos alongamentos para cabelo, uma vez que o cabelo é visto como algo, que desperta o olhar masculino e para muitas o cabelo é um fetiche, que contribui para melhorar a autoestima, contribuindo ainda para a mulher se tornar mais atraente e sensual.

 

FullSizeRender-8

Viviane Carvalho e a famosa cantora Maya Diab

A moda de alongar os cabelos é a febre dos salões de beleza no país dos Cedros. Mas o alongamento é usado não só para deixar os cabelos compridos, mas para dar volume e cor também. E para entender melhor essa técnica fomos à loja especializada Karkafi, a primeira no Oriente Médio para entender sobre os métodos de alongamento. Karkafi iniciou seu negócio no centro de Beirute, em 1968. Desde então a marca só tem crescido, tendo lojas nos Emirados Árabes Unidos, Bahrain, Kuwait, Qatar, Sudão  e Nigéria.

Cada procedimento tem suas vantagens e desvantagens e a indicação depende de cada tipo de cabelo. Veja a seguir algumas dicas :

 

  1. O cabelo do alongamento não deverá pesar mais do que a mecha natural em que ele está conectado. Se ficar muito pesado, o cabelo natural ficará danificado.

 

  1. Os alongamentos necessitam ser aplicados no salão especializado e exigem um tempo de preparo e paciência.

 

  1. Dê preferência às mechas de cabelos humanos, uma vez que você poderá modificar, colorir ou descolorir. Os artificiais não poderão ser tingidos nem tão pouco receber chapinha ou babyliss(penteado que é a preferência nacional libanesa).

 

  1. Todos os alongamentos necessitam de manutenção. O tempo varia de acordo com o ritmo de crescimento de cada cabelo.

 

  1. Abuse das hidratações, pois os alongamentos danificam os fios.

 

Alongamento com queratina

 

Esse alongamento é que menos agride os fios. As mechas bem finas são coladas no próprio cabelo bem próximas da raiz. A cola usada contém queratina, um componente natural do cabelo, sendo assim o método não agride tanto os fios. Antes da aplicação, as mechas são preparadas com a cola especial. E só pode ser feito com cabelos humanos.

 

  • Tempo de aplicação: De duas horas, a depender da quantidade de cabelo.

 

  • Manutenção: Passados três meses, o alongamento deve ser retirado e recolocado para cima, compensando o crescimento.

 

  • Indicação: Cabelos lisos e ondulados.

 

  • Pontos negativos: O processo de retirada pode danificar os cabelos e a queratina derrete com o calor. Por isso, não se pode fazer chapinha ou escova na região da emenda.

 

  • Retirada: É feita com um solvente. O processo é agressivo e pode danificar os fios.

 

 

Com linha ou nó italiano

 

As mechas com linha ou nó italiano são amarradas na raiz.

As mechas postiças são amarradas com pequena borrachas nas mechas originais bem próximo da raiz. Essa técnica dá mais volume no local onde as mechas foram amarradas.

Demora cerca de cinco horas para aplicar todas as mechas e a cada três meses, deverá ser retirado e reposicionado. Ele indicado para os cabelos mais ondulados, uma vez que pode-se usar chapinha bem próximo da raiz.

 

Uma das desvantagens dessa técnica que os cabelos podem ficar mofados sob a linha.

 

Microlink

 

Nessa técnica, as mechas de cabelo artificiais são presas nos fios naturais por meio de anéis metálicos. Agride pouco o cabelo, pois nenhum produto é aplicado diretamente nos fios, além de ser uma técnica mais fácil tanto para aplicar quanto para remover, sem causar danos aos fios naturais. Não é indicado para fios finos e lisos pois podem acabar não fixando no cabelo.

 

Interlace ou entrelaçamento

 

Essa técnica é ideal para aquelas mulheres com cabelos curtos, uma vez que a técnica consiste em conectar os fios do alongamento aos naturais através de uma tela, que é costurada próxima ao couro cabeludo. A grande vantagem dessa técnica é que não se pode ver a emenda, contudo o procedimento precisa ser refeito a cada seis a oito semanas, para que as mechas sejam hidratadas.

Além disso, dá para fazer chapinha e escova sem problemas.

 

 

Alongue em casa com mechas em presilhas

 

Para aquelas que não querem algo permanente, existe um método bem mais prático: os apliques com telas de cabelo com presilhas tique-taque. A aplicação é fácil e pode ser feita em casa. Basta separar o cabelo em linhas e prender as mechas artificiais. A grande vantagem é que não precisa de manutenção. Para tirar, basta soltar as presilhas.

 

Por Viviane Carvalho

Fotos: Karkafi hair

This post is also available in: enEnglish (Inglês)