A noção de um futuro cheio de responsabilidades é de longe a idéia mais assustadora que vem à mente de uma adolescente, especialmente quando essa noção está tão próxima. Sendo eu, uma jovem de 17 anos no Líbano, prestes a me formar com um diploma em Internacional Bacalaureato, posso dizer que estar receosa e com medo do futuro é compreensível. Estou apavorada. Não importa o quanto eu pensava que estivesse preparada, a simples idéia de me tornar parte do mundo me assusta.

IMG_9279Nascida e criada até os 12 anos de idade em uma cidade pequena no sul do Brasil, mudando posteriormente para um agitado país como o Líbano, eu pude ter uma infância interessante e diversificada. Apesar do fato de ter crescido em dois países distintos, localizados em diferentes continentes com diferentes culturas e tradições, meus pais de origem libanesa, sempre focaram minha educação visando manter uma forte ligação às tradições libanesas.

Contudo a minha exposição à cultura brasileira, misturada a predominante cultura libanesa gerou em mim o amor pela diversidade, a curiosidade para aprender além de nutrir em mim a busca pelas questões e indagações.

Atualmente, me encontro em uma posição onde minha curiosidade e meus problemas não são puramente simples e inocentes, mas eles são críticos e cruciais no que determina em qual direção minha vida está se dirigindo.

Gostaria de dizer que eu sei. Que ao menos eu tenho uma idéia, ou ao menos um conjunto de mapas, assim como muitos outros, porém esse mundo está repleto de surpresas inesperadas que não se pode simplesmente assumir, que você saiba a direção do curso da sua vida simplesmente porque está em sua mente.

Escrever sobre meus pontos de vista do futuro como uma adolescente no Líbano, trouxe-me a sensação de estar me movendo para o “próximo capítulo” de minha vida.

Para ser completamente honesta parte de mim não sente qualquer diferença. A outra parte está tão assustada que eu não conheço nenhum sentimento além do medo. A propósito, existe uma pequena parte de mim, que é tão positiva e tão confiante, com uma certa ansiedade. Eu penso que este pacote confuso de emoções é exatamente o que todos nós passamos quando vemos que o “futuro” se aproxima de nós.

Crescer em um país como o Líbano é controverso. De um lado a falta de organização em matéria de segurança, a falta da eletricidade adequada, assim como a questão da falta de água. Enfim, todos são fatores que desempenham um fator determinante para nos ajudar a aprender a lidar com obstáculos.

Por outro lado, enxergo a comida maravilhosa, as pessoas fantásticas, a atmosfera de alegria, e as noites repletas de diversão, assim como as belas vistas da cidade!

Está tudo lá, você pode ver tudo isso. Além disso, eu duvido que qualquer outro lugar que tenha tantas piadas sobre o seu próprio país, realizadas pelo seu povo … o fato de que nós no Líbano fazemos isso para demonstrar a realidade de nosso povo. Isto só nos mostra o quanto nós conseguimos tão bem transformar situações ruins em memórias bem-humoradas.

Isto é admirável. Independentemente seria imprudente da minha parte, dizer que o Líbano ainda é a minha primeira escolha para construir o meu futuro. Infelizmente, os aspectos negativos deste belo país desempenham um papel maior na qualidade de vida das pessoas.

Isso realmente não importa, porque o lado bom nos acompanha até mesmo onde tudo termina, e é algo precioso para acreditar.

Qual é a minha visão do futuro? Indeterminada. Entretanto tenho esperança. Sou uma pessoa que crê fortemente na humanidade, na bondade, na justiça, no entanto uma pequena porcentagem das pessoas realmente merecem obter esses rótulos.

Eu acredito que essas exceções são dignas de nossa atenção, onde eu quero que o meu futuro esteja apontado. Quero ser parte deste mundo, não importa quão grande a idéia é aterrorizante.

Gostaria de ser uma daquelas pessoas que olham para os seres humanos e enxerga um outro ser humano e nao um objeto. Há tanto para explorar, tanto para ver, e aprender, é um mundo cheio de possibilidades.

E eu sou o tipo de pessoa que aproveita a oportunidade quando eu a vejo ao invés de desperdiçar o tempo de permanência com uma outra opção, que talvez poderia ter sido melhor. O tempo voa. E eu prefiro voar com ele do que vê-lo voar sozinho. Isto é o que devemos focar em nosso futuro que se aproxima. Ou pelo menos é o que eu faço e desejo.

O mundo é maravilhoso. Seria um desperdício se afogar no medo, ou deixar que os fatores negativos externos nos consumisse. O mal não está somente lá fora, está entre nós e ele nos sucumbe inesperadamente. Então não perca tempo, aproveite antes que seja tarde demais. Futuro, eu estou pronta! E se você não acredita nisso, tudo bem! Porque eu estou segura que sim.

por Tima Dia

This post is also available in: enEnglish (Inglês)