As férias geralmente são desfrutadas de duas maneiras pelos libaneses: dentro ou fora do país.

Antes de que a globalização facilitasse as idas e vindas internacionais, os libaneses costumavam (e ainda o fazem) passar o verão nas montanhas. A maioria das famílias possui ou aluga casas nessas regiões para fugir do clima quente e úmido de Beirute e é para onde partem logo que as crianças entram de férias.2015-07-15 12.06.07 (1)

Além disso, sabe-se que muitos habitantes de Beirute não são originários da capital, portanto aproveitam o verão para visitar suas regiões de origem e rever familiares, seja no Norte, Sul ou no Vale do Bekaa. Devido ao fato do Líbano possuir um território não muito extenso o deslocamento entre uma região e outra não é difícil, razão pela qual algumas pessoas se locomovem da montanha até a capital diariamente no verão.

É fato que muitas dessas regiões montanhosas e rurais ainda não possuem todos os recursos encontrados nas cidades maiores, mas o clima e as belas paisagens fazem com que os três meses do verão passados em família rendam inesquecíveis memórias.

Em um mundo globalizado viajar se tornou mais fácil nas últimas duas décadas e cruzar fronteiras caiu no gosto dos libaneses. Se no passado “viajar” era um luxo reservado aos mais ricos, os libaneses hoje enx2015-07-15 12.04.31ergam como uma forma de se aventurar, explorar e relaxar. A localização do Líbano, entre Leste e Oeste facilita a locomoção para ambos os lados, enquanto as dificuldades ficam a cargo dos vistos. Dificuldades essas que só quem tem um passaporte libanês pode contar, incluindo muita burocracia, papelada, taxas e prazos de até semanas para receber uma aprovação.

Por conta de um acordo de vistos celebrado com o Líbano, a Turquia se tornou, recentemente, o destino mais procurado pelos libaneses, sendo Istambul a cidade mais visitada. O Egito também está entre os destinos mais buscados pelos libaneses, assim como o Chipre e a Grécia.

 

image1.PNG

Por Amina Nesr

This post is also available in: enEnglish (Inglês)