bekaa vale

Vale do Bekaa (Crédito Ministério do Turismo do Líbano)

Cidade e capital da Província do Vale do Bekaa, localizada a 55 km de Beirute.

 

Zahlé , foi chamada, entre outros nomes, de “Dar as-Salma” (pt: A casa da paz), “Aruss Lubnan” (pt: A noiva do Líbano), “Cidade do Vinho e da Poesia”, visto que um grande número de poetas ali nasceu, entre os quais Said Akl (1912-2014) ilustre por sua poesia.

 

O nome Zahlé deriva do verbo árabe “zahhala”, que significa

“vá em frente”. Cidade turística com vários restaurantes, particularmente nas margens do Rio Bardaouni, um lugar pontilhado de restaurantes ao ar livre, cobertos por parreiras e

rodeado de árvores, onde se encontra a famosa gastronomia

libanesa zahliota, ao som das águas do rio que serpenteia estes

restaurantes. Cidade histórica, com varias igrejas, entre outras o Santuário Nossa Senhora de Zahlé, localizado no alto de uma colina, a 1.100 metros de altitude, com uma vista fabulosa do Vale, onde se pode ver as duas cordilheiras, o Monte Líbano e o Anti-Libano. Edifícios históricos, entre outros o Hotel Kadri, construído em 1906 e que em 1914 foi ocupado pelo exército turco e utilizado como quartel general e hospital durante a Primeira Guerra Mundial. No período da tutela francesa o General francês Gouraud proclamou, em 1920, neste mesmo local, o reagrupamento dos distritos do Bekaa, Baalbeck, Hasbaya e

Rachaya ao Líbano, segundo os acordos de Sikes-Picot.

 

KADRI HOTEL

Hotel Kadri (Crédito R. Khatlab)

Como presença brasileira em Zahlé. Em 1876 o Imperador do Brasil, D. Pedro II, passou por Zahlé a caminho de Baalbeck. Nota-se que a partir de 1920 teve um grande retorno de imigrantes libaneses do Brasil e formou se uma comunidade « brasilibanesa » (bi-nacionais) e no centro da cidade, a rua principal passou a ser chamada , em 1925, de Rua Brasil. É uma avenida arborizada e local comercial, sede administrativa e judiciária da região. Na Rua Brasil esta o Jardim dos Poetas, com estátuas e bustos de escritores como os de Chafic, Fauzi e Iskandar Maluf, poetas « brasilibaneses » que emigraram para o Brasil nos anos 1920. Em Zahlé nasceu também Joseph Kadri, pai do atual embaixador do Brasil no Líbano, Jorge Kadri.

Zahlé , é uma cidade que deve ser visitada com tempo, para bem aproveitar a hospitalidade e a gastronomia zahliota, uma das riquezas libanesa.

zahle turismo

Zahle (Crédito Ministério do Turismo do Líbano)

Fonte : « Líbano, um oásis no Oriente Médio ». Guia turístico, histórico, arqueológico, religioso e cultural. Autor : Roberto Khatlab. 3ª edição. Editora Daer Saer Mashrek, Beirute, Líbano. Único guia complete do Líbano em língua portuguesa.

 

 

 

 

 

 

 

Por Roberto Khatlab

por Roberto Khatlab

This post is also available in: enEnglish (Inglês)